terça-feira, maio 23, 2006

O milagre de 9 meses


Viver intensamente os 9 meses de gravidez é algo muito gratificante. Apesar das preocupações normais de uma mulher que até então não sentia na pele a responsabilidade por um ser completamente dependente, a gestação é algo surpreendente, um grande milagre que não pode ser ignorado. Hoje com o recurso da ultrassonografia acompanhar esse processo tornou-se uma tarefa fascinante.

A primeira vez que vi meu bebê, ainda no meu ventre com apenas 12 semanas de vida e já com todos os membros de seu corpo presentes, tendo pouco mais de 6 centímetros de comprimento, e já movimentando-se rapidamente, fiquei completamente maravilhada, me vi portadora de uma dádiva que mais uma vez revelava o poder criativo de Deus. Em curtos 9 meses, (para a grávida nem tão curtos assim) o bebê passa de uma célula microscópica a um ser humano cheio de potencialidades como num passe de mágica.

Numa das minhas aulas de pós-graduação assistimos a um filme que tinha como tema o desenvolvimento do bebê durante a gestação e foi impressionante perceber a rapidez com que um novo ser é entretecido no útero materno, como diz Davi no Salmo 139.
Gerar um filho dentro de si é uma maneira (no caso da mulher) de refletir a imagem de Deus como Criador, aquele que dá vida. Não é à toa que o momento do parto é chamado de “dar à luz”.

Hoje olho para as minhas filhas e procuro me lembrar dessa verdade e vejo o quanto preciso reconhecer a necessidade do auxílio divino para criá-las, educá-las... e nada melhor que o próprio Criador para ensinar como se deve lidar com o produto de seu trabalho. Se é ele quem nos forma como um artífice só ele tem condições de nos ajudar a cuidar de algo tão precioso confiado às nossas mãos. Será que temos a dimensão dessa responsabilidade?

Talvez se todas as mulheres, tanto as mães em potencial como também aquelas que já carregam essa marca, pudessem dar o devido valor a esse período tão ímpar de suas vidas, que é a gestação, nos sentiríamos muito mais seguras em educar nossos filhos afinal creio que o sentimento de segurança seja o maior anseio de quem conhece as atribuições de ser mãe.

4 comentários:

Fernanda Barbosa disse...

Oi Su, muito legal o seu blog. Eu como mae em potencial fico imaginando como será cada passo desta experiencia, ser mae. Com certeza criar, educar os filhos nao é nada facil...Deus abencoe vc e essa maravilhosa família! beijos. Fe

Milena Venturini disse...

Su,
parabéns pelo seu Blog.
Q Deus siga abençoando vc e sua linda familia.
Bjos

Vinícius Cássio disse...

como já disse, é uma coisa grandiosa demais para ser compreendida ... :)
Só com Deus mesmo que temos consciência dessa grandeza e da importância de Seu auxílio.
http://viniciuscassio.blogspot.com/

Adele Marina disse...

Oi, Suenia!! Ai, q máximo! rs
Su é muito bom ver a soberania de Deus! De fato ele é tremendo e vai encaixando a nossa vida nos seus planos. E é muito ver q mesmo vc tendo aberto mão da sua carreira, até mesmo alguns trabalhinhos na igreja (coral), Deus tem te capacitado a exercer esse ministério tão importante! De fato educar filhos é ministério!! E além disso poder nos ajudar com suas experiências!!

Puxa vida, q bacana!!Tô muito feliz por vc!

Que o Senhor prossiga te abençoando neste trabalho tão importante, querida!!

Saiba q vc é um bom e grande exemplo pra mim!!

beijo